Notícias | Jogar simuladores de condução torna-te mais inteligente


Call of Duty, Professor Layton, Super Mario ou Gran Turismo? Para vocês, qual é o jogo que mais puxa pela vossa cabeça?

Muitos deverão responder que o jogo Professor Layton, tratando-se de um jogo de puzzles, é o que puxa mais pela cabeça pois obriga o jogador a pensar, mas e se vos dissesse que o jogo que realmente puxa mais pelo vosso cérebro é o Gran Turismo ou outro qualquer bom simulador automóvel?

E quem diz isto não sou eu, mas sim cientistas da Universidade da Califórnia que desenvolveram um simulador de condução 3d e testaram-no em algumas pessoas.

Mas então porque razão é que os jogos de corridas fazem tão bem ao nosso cérebro? Estudos mostraram que os jogadores de simuladores automóveis ganham mais capacidade motora, melhor coordenação mão-olho, mais agilidade manual e tempos de reacção mais curtos. Quem joga em simuladores automóveis também mostraram ter melhor reconhecimento espacial, mais atentos e no vida real conseguem conduzir melhor do que quem não joga este tipo de jogos.


Em 2009 um estudo publicado por Elsevier sugeriu que os jogos conseguem desenvolver bastante o cérebro humano porque obrigavam-no a processar muita informação e tomar decisões em milésimas de segundo. Isto tudo num jogo normal de acção. Mas num jogo de simulador automóvel o jogador tem de usar as mãos e os pés para jogar, tem de processar a sua posição, a posição dos adversários e o sítio onde está na pista, tem de decorar a pista para conseguir ser mais rápido e ainda tem de carregar em outros botões para aplicar o nitro, ou parar nas pitts para mudar de pneus e encher o depósito.
Se no jogo estão a andar a 300km/h o vosso cérebro também está a processar informação a uma velocidade estonteante. Por isso já sabem, para treinarem o vosso cérebro, pode muito bem ser ao volante de um Pagani Huayra na pista de Nurburgring dentro da vossa Playstation.
Enviar um comentário

Mensagens populares